Skip to content

{ Monthly Archives } March 2004

Citação do dia :

“A santidade é o Prêmio Nobel dos bons.”

( Sofocleto )

PARA CONFERIR , VER & OBSERVAR …

Nesta semana fui a duas exposições : a primeira foi “O Preço da Sedução – do Espartilho ao Silicone” no Instituto Itaú Cultural ( Av. Paulista nº 149 , terça à sexta : 10 às 21 hs , sábados e domingos : 10 às 19 hs – até dia 30/05 ) que mostra as diversas formas da sedução feminina em fotos , revistas antigas ( folheei exemplares antigos de “O Cruzeiro”, “Fatos & Fotos”, “Realidade”, etc ) , pinturas , objetos , roupas … é interessante notar o realce dado no objeto de sedução como algo que torna ridículo sua usuária : desde o espartilho que no passado causava deformações ósseas , ao silicone que hoje recalchuteia seios e nádegas , passando por objetos bizarros como um chapéu dos anos 40 com duas pombinhas empalhadas , servindo de enfeite em meio a laçarotes acizentados … Mas o melhor é que há quadros muito bons , oriundos de coleções particulares : entre outros , dois do Flavio de Carvalho que não me lembro ter visto antes , alguns do Ismael Nery , do Di Cavalcanti , um do Samsor Flexor , um da fase Pop do Geraldo de Barros e uma pintura do Wesley Duke Lee denominado “Garota de Ipanema” que para mim é o destaque da mostra …

A segunda exposição foi : “Universos Sensíveis : As Coleções de Eva e Ema Klabin” na Pinacoteca do Estado ( Praça da Luz nº 2 ( terça a domingo 10 às 18 hs – até 02/05 ) : que apresenta um apanhado geral da história da arte : de Tintoreto à arte egípcia , de Franz Post à arte chinesa , de Botticelli à arte pré-colombiana , de Brecheret à arte africana , de Lasar Segall à arte grega … é uma pena que as gravuras de Rembrant estejam terrivelmente mal iluminadas ( uma das piores coisas para o pintor é ver suas obras com iluminação deficiente , o mestre holandês deve estar se revirando na cova ) . Depois , como de costume : a tradicional visita ao acervo da Pinacoteca para rever pinturas de Pancetti , Volpi , Maurício Nogueira Lima , Geraldo de Barros ( o pintor-xará ) , Samsor Flexor , Flávio de Carvalho , etc …

Citacão do dia ;

“En province il n’est pas permis d’être original: c’est avoir des idées incomprises par les autres, et l’on y veut l’égalité de l’espirit aussi bien que l’égalité des moeurs. (*)

(*) Na província não é permitido a gente ser original: é ter idéias incompreendidas pelos demais, e o que se quer é a igualdade do espírito, assim como a igualdade dos costumes.

( Balzac )

Citação do dia :

“PROSA PARA MIRAMAR

(…)

O cabelo cortado bem curto

por sob a boina azul (na rua).

Os olhos a olhar sempre de frente

numa interrogação ou desafio.

O sorriso, os dentes de antropófago.

A língua afiada

nos ridículos de gregos e troianos.

(…)

Para mim ele era o velho piaga

(meninos eu vi) de uma tribo definitivamente morta

mas cujos ossos haveremos de carregar conosco muito

tempo

queriam ou não

os que só não têm medo de suas próprias sombras.

(…)

Nunca mais o vi? Mentira. Vi-o uma última vez

em 65 ou 66, estréia

de O rei da vela no Oficina.

Ele estava sentado na platéia bem atrás

com sua boina azul

já póstumo mas divertido de ver o irrespeitável público

comendo finalmente

do biscoito de massa mais fina

que com suas próprias mãos ele amassara

para o futuro, seu melhor freguês.”

( José Paulo Paes )

Vendo na TV uma pessoa fazer uma comparação entre a reciclagem de lixo e a recuperação social e econômica : – “Se o lixo é reciclavel … as pessoas também podem se transformar …” ( as palavras eram mais ou menos as mesmas ) , fiquei pensando na possibilidade da noção de lixo doméstico estar associada à noção de lixo social : sociedades que produzem mais lixo , também produzem mais excluídos ( “Tal é em cima , como é embaixo” como dizia Hermes Trimegistro ) … Lembrei também da diferença entre o grau de dificuldade de reciclagem de diversos materiais ( o papelão , por exemplo é mais facil de reciclar que o vidro ) … que pode ser um paralelo entre a aptidão humana para progredir … ( há pessoas que assistiam novelas e agora fazem coisas melhores , enquanto há gente que jamais deixará de assitir novelas ) .

Portanto não vire lixo : vá se reciclar !!!

Citação do dia :

“Onde será que vai ficar?

Cortar jaca na cidade não é mole não

Onde será que vou ficar ?

Se o vento levou tudo e o meu cavalo já empacou …”

( Arnaldo Baptista )

CREPÚSCULO VENEZIANO

Tagged ,

AQUELA TRISTE E LEDA MADRUGADA

  

Aquela triste e leda madrugada, 

cheia toda de mágoa e de piedade, 

enquanto houver no mundo saudade 

quero que seja sempre celebrada. 

Ela só, quando amena e marchetada 

saía, dando ao mundo claridade, 

viu apartar-se d’uma outra vontade, 

que nunca poderá ver-se apartada. 

Ela só viu as lágrimas em fio 

que d’uns e d’outros olhos derivadas 

s’acrescentaram em grande e largo rio. 

Ela viu as palavras magoadas 

que puderam tornar o fogo frio, 

e dar descanso às almas condenadas. 

( Luís Vaz de Camões )

Em novembro de 1992 tirei esta foto em Madri … um problema de negativo , fez com que na hora da revelação surgisse este efeito visual maluco … ( como fosse que o edifício explodisse ) … hoje , pensando na explosão da bomba na Estação Atocha , lembrei-me , não deste prédio da foto ( quem nem lembro onde fica ) , mas da supracitada estação ferroviária , onde passei horas esperando o trem para Barcelona , suando frio , com infecção intestinal … havia passado três dias bebendo e me alimentando exclusivamente de porções de polvo & lula & anchovas ( a provençal ou a vinagrete ) …

Achei que aquela estação é um modelo de arquitetura , tanto o pátio com palmeiras e iluminação zenital…

… como pelo design dos bancos ( plástico + madeira + metal ) …

É pena que existam pessoas que queiram explodir tal lugar … o fato do Terceiro Mundo estar sendo roído por pessoas com mentalidade de ratazana caseira ( o termo em itálico é de Cervantes ) não justifica a explosão do Primeiro Mundo por pessoas com a mentalidade dos vilões dos “Cavaleiros da Arábia” …

Tagged