Skip to content

{ Monthly Archives } February 2005

A BELEZA É A VERDADE OU A VERDADE É A BELEZA

Tagged

FILOSOFIAS DE FINAL DE SEMANA

Hoje ouvindo uma velha canção de Erasmo Carlos descobri que toda volta ao passado , é também um salto para o futuro , uma vez que o tempo é circular … principalmente em Pindorama onde tudo sempre retorna para o mesmo lugar …

Tagged

Enfim , mesmo não sendo um Dante Alighieri , cheguei ao Paraíso … a linha telefônica foi instalada milagrosamente no dia da mudança … aqui vai o primeiro desenho feito no novo lar …

VISÕES DE UM MUNDO NOVO

AVISO AOS NAVEGANTES

Conforme anunciado , amanhã mudarei de endereço … Devido a inadimplência do último inquilino , a ligação telefônica na minha próxima residência irá demorar um pouco , por isso este blog ficará fora do ar por alguns dias … Paciência …

RUMO AO PARAÍSO

– Mudo daqui uns dias do bairro de Moema para o bairro do Paraíso … novos mares , ares , aventuras , bares e restaurantes onde as pessoas falam francês e se come salada de rúcula , alface , cenoura e abacate acompanhando uma alheira … de sobremesa : toucinhos do céu ( o doce preferido do bairro , que aliás , se chama Paraíso ) .
– Ouço várias coisas do disco “A minha Cara” do titã Sérgio Brito ao som cubano “Raúl Planas & Rubén Gonzales” passando pelo Trio Esperança com arranjos de Severino Araújo … bem interessantes são as participações do Trio Irakitan no disco de Gregorio Barrios ( “Farolito” ) e de Bocato no disco de Lanny Gordin ( “Cinema Nacional” )
– Finalmente fui ver “Closer – Perto Demais” de Mike Nichols … não achei tão bom assim … é curioso que os três últimos filmes que vi , possuem personagens que são escritores … os outros foram “Entre Umas e Outras ” e “Antes do Por do Sol” … no primeiro os personagens são mais aprofundados do que em “Closer” enquanto que o segundo tem diálogos melhores do que em “Perto Demais”.
– Leio vagarosamente “Finnegans Wake” de James Joyce , mas para variar um pouco , leio “Torquatália ( Geléia Geral )” de Torquato Neto , organizado por Paulo Roberto Pires … lá estão os artigos que o piauiense escreveu no Jornal dos Sports em 1967 … lá vemos um Torquato mais otimista ( acreditando em um movimento a ser deflagrado na música de Pindorama ) , porém um pouco reacionário , como em algumas vezes em que elogia Flávio Cavalcanti ou condena a Jovem Guarda … ( Depois em 1971 ele retornaria à imprensa com a coluna Geléia Geral , no jornal Última Hora em um estilo muito mais refinado , influenciado pelos concretistas )… Enfim , o livro conta muita coisa da época : porque é que em 1967 os nossos melhores artistas participavam do Festival da Record em vez do Festival Internacional da Canção ( TV Globo ) ??? Assistia estes festivais na TV em preto e branco quando era criança …
– Na verdade não estou indo , mas voltando ao Paraíso , onde morei da metade para o final dos anos sessenta ( quando assistia na TV os supracitados festivais )… lembro-me que passeava na Rua Tutóia e achava bacana ver tantos soldados ( alguns até com metralhadora ) , pois não sabia que o que acontecia na época ( nesta rua estava situado um centro de tortura ) … a Av. 23 de Maio ainda não existia , era só terra … a ditadura acabou , muita coisa mudou , mas algo do bairro sempre permanece …

Tagged

ENSINANDO A BOSSA NOVA

Tagged

O DUKE ELLINGTON DE LIMOEIRO

Neste final de semana fui assistir um show da Orquestra Tabajara – Para quem não sabe esta orquestra já fez mais de 13.000 apresentações … seu regente Severino Araújo nasceu em Pernambuco (Limoeiro) mas mudou-se para João Pessoa onde tocou clarineta na banda da Polícia Militar … Depois foi reger a orquestra da Rádio Tabajara .
Antigamente as rádios tinham suas próprias orquestras (Rádio Nacional , Rádio Tupi , Rádio Gazeta , etc.) … atualmente só as rádios e emissoras de televisão estrangeiras tem orquestras ( só que de música clássica , como a BBC por exemplo ) , pois em Pindorama , a única que existia (Orquestra da Rádio e TV Cultura) foi extinta , mas isto são outros quinhentos ….
Severino , que foi aluno de Koellreuter e também compôs chorinhos (“Espinha de Bacalhau”) , reuniu alguns integrantes mudou-se para o Rio , onde fundou a Orquestra Tabajara em 1945 , a única big-band tapuia , que acompanhou uma variedade enorme de músicos como Jards Macalé , Lupicínio Rodrigues ou mesmo o Trio Esperança (com quem eu ouvi a referida orquestra pela primeira vez , uma vez que “A Festa do Bolinha” e “O Sapo” eram músicas obrigatórias nas festas infantis do final da década de sessenta).
E foi um grande prazer vê-lo (com seus 87 anos) reger o naipe metais com o dedo em riste , comandando os contrapontos , ou mesmo tocar um fraseado na clarineta … um gênio é um gênio e é um gênio , e pronto !!!
É uma pena que tal orquestra não seja melhor aproveitada , poderia acompanhar nomes como Luiz Melodia , Ná Ozzetti , Bocato ou mesmo o rei Roberto …

JERICOACOARA

Tagged

ITACARÉ

Tagged

LINDA MORENA

Marchinha de Lamartine Babo (1932)

Gravação de Mário Reis e Lamartine Babo

Tom – F (barítono)

 

F     D7         Gm

Linda morena,     morena

C7                   F

Morena que me faz penar

D7       Gm        Bbm

A lua cheia, que tanto brilha

    F

Não brilha tanto

C7         F

Quanto o teu olhar

Tu és morena

              Gm

Uma ótima pequena

                      C7

Não há branco que não perca

C7(#5)    F   

Até o juízo

Onde tu passas

           Gm

Sai às vezes bofetão

C7

Toda gente faz questão

             F

Do teu sorriso

 

Teu coração

                   Gm

É uma espécie de pensão

               C7

De pensão familiar

C7(#5)           F

À beira-mar

 

Oh! moreninha

              Gm

Não alugues tudo não

               C7

Deixe ao menos o porão

          F

Pra eu morar

Por tua causa

                 Gm

Já se faz revolução

                    C7

Vai haver transformação

C7(#5)      F

Na cor da lua

Antigamente

                  Gm

A mulata era a rainha

                  C7

Desta vez, ó moreninha

           F

A taça é tua