Skip to content

{ Monthly Archives } January 2007

OS RITMOS CARIBENHOS ACOMPANHAM BEM UM NEGRONI

Tagged

BALBÚRDIA TROPICAL

Tagged

HOJE É DIA DE ROCK …

Pois é , hoje as 20 hs , no local em que Dom Pedro I declarou a independência de Pindorama , estará subindo ao palco a melhor banda de rock tupiniquim … Os Mutantes … não me venham com o lenga-lenga ( que tenho ouvido diversas vezes ) que “não é mais Os Mutantes porque a Rita Lee não participa mais” … besteira , primeiro porque esquece a não participação de outro importante integrante , o baixista Liminha … ou seja já que é para falar besteira , seria menos pior dizer que “não é mais Os Mutantes porque a Rita Lee e o Liminha não participam mais” … Pois é … mas se Os Titãs continuam a ser Os Titãs após a saída de dois integrantes e o triste falecimento de um terceiro , porque é que que Os Mutantes não podem continuar a ser Os Mutantes … só por causa da ausência de dois integrantes e de umas férias de três décadas ??? Em segundo lugar o críticos se esquecem que Zélia Duncan também é outra grande cantora … É mais ou menos a mesma coisa que aconteceu com o escrete canarinho em 1970 , no México , no meio da copa ( justamente na fase que jogou contra o adversário mais difícil , a Inglaterra ) o Gérson saiu contundido e entrou o Paulo César Caju ( depois o Gérson , então atleta do São Paulo F. C. , retornou ao time para marcar aquele golaço contra a Itália ) . (*)

Eu ouvi o CD gravado na cidade da neblina (**) e gostei bastante : a banda está afinada , continua com o vigor do passado e os arranjos estão bem elaborados ( muitos mantém as geniais orquestrações de Rogério Duprat ) , enfim , está diferente , mas continua muito boa … Nada melhor do que um show destes para homenagear o aniversário desta amada cidade …

(*) Poderia aqui ao invés de utilizar esta metáfora , falar de Pelé e Amarildo na copa de 1962 , mas acho que aí a metáfora ficaria deficiente , pois a meu ver a única cantora que merece a comparaçào com Pelé é … Dolores Duran , mas isto já é outra história .
(**) Londres é a cidade da neblina da mesma forma que São Paulo é a cidade da garôa .

Tagged

Citação do dia:

“O caminho que sobe e o caminho que desce são um único e mesmo.”

( Heráclito )

Tagged

Gouache sobre papel retratando Maysa , já publicado neste blog …

NÃO PERCAM !!!

Não percam amanhã , segunda feira , o especial sobre Maysa ( a dama trágica da canção brasileira ) que irá ao ar às 20:00 hs na Tv Cultura … dirigido por Antônio Abujamra , ela canta ao lado de um Jaguar , no último programa televisivo gravado antes do seu falecimento …
Para quem não sabe além de excelente cantora , com uma voz grave extremamente macia ( tal qual um bom vinho português ) , Maysa também foi autora ( letra e música ) de uma série de sambas-canções … reparem na introdução do programa redigida por meu ilustre pai , José Fernando de Barros Martins com a genial locução de Antônio Abujamra !!!

Tagged

QUATRO ESTAÇÕES

Tagged

Neste final de semana, o irmão de minha namorada , me presenteou com um livro de T.S. Eliot … Embora já houvesse citado aqui neste blog ( em novembro de 2004 ) um de seus poemas mais famosos ( “Os Homens Ocos” ) , não conhecia muita coisa da obra deste cidadão norte-americano que se naturalizou cidadão inglês …
Agora que estou tomando mais contato com a “poética da fragmentação” , mando para vocês um dos poemas do livro :

CONVERSATION GALANTE

I observe: “Our sentimental friend the moon!
Or possibly (fantastic, I confess)
It may be Prester John’s balloon
Or an old battered lantern hung aloft
To light poor travellers to their distress.”
She then: “How you digress!”

And I then: “Someone frames upon the keys
That exquisite nocturne, with which we explain
The night and moonshine; music which we seize
To body forth our own vacuity.”
She then: “Does this refer to me?”
“Oh no, it is I who am inane.”

“You, madam, are the eternal humorist,
The eternal enemy of the absolute,
Giving our vagrant moods the slightest twist!
With your air indifferent and imperious
At a stroke our mad poetics to confute -“
And —”Are we then so serious?” (*)

(*) CONVERSA GALANTE

Observo: “Nossa sentimental amiga, a Lua!
Ou talvez (é fantástico, admito)
Seja o balão do Preste João que agora fito
Ou uma velha e baça lanterna supensa no ar
Alumiando pobres viajantes rumo a seu pesar.”
E ela: “Como divagais!”

Eu, então: “Alguém modula no teclado
Este noturno raro, com que explicamos
A noite e o luar; partitura que roubamos
Para dar forma ao nosso nada.”
E ela: “Me dirá isso respeito?”
“Oh não! Eu é que vazios sou feito.”

“Vós, senhora, sois a perene ironia,
A eterna inimiga do absoluto,
A que mais de leve torce nossa tristeza erradia!
Com vosso ar indiferente e resoluto,
De um golpe cortais à nossa louca poética os seus mistérios …”
E ela: “Seremos afinal assim tão sérios?”

( T. S. Eliot – Tradução: Ivan Junqueira )

Tagged

MARACAS & TUBOS DE ENSAIOS

I

Existem pessoas que demonstram tanta alegria de viver que passam a ser polêmicos tanto no ambiente de trabalho quanto nas demais área da vida cotidiana … Márcia Lívia Gonzales era uma delas … Bonita , viajada , inteligente , espirituosa e bem casada , causava inveja em algumas infelizes colegas de trabalho e profunda admiração em outras funcionárias ( principalmente por doar regularmente 20% do seus salário para obras assistenciais ) daquele laboratório de análises clínicas de um renomado hospital curitibano ( cujo nome prefiro não citar ) … o que mais irritava a ala contrária à conduta de nossa protagonista , era a mania que ela tinha de ouvir e dançar ritmos latinos no ambiente de trabalho , chegando ao cúmulo de em alguns exames, desprezar o aparelho homogeineizador e sacudir os tubos de ensaios tal qual maracas ao som de um mambo ( o mais incrível era que os resultados saiam perfeitamente exatos ) … Tal felicidade não poderia ficar impune … um dia uma outra laboratorista querendo sabotá-la , trocou o sangue de uma amostra que seria analisada por Márcia , pelo sangue que retirara de seu cãozinho ( um filhote de labrador ) , na noite anterior …
– Não posso analizar este sangue , ele não é sangue humano !!! Gritou espantada a nossa protagonista …
– Como assim ??? Disse a superior imediata .
– Sei lá , deve ser sangue de algum animal …
– Você está ficando louca !!! Vai ver é a sua mania de ouvir rumbas …
– Você está duvidando de minha palavra ???
– Estou sim , deixem-me ver este sangue …
O que a nossa amiga não sabia , era que suas colegas invejosas trocaram de novo sorrateiramente , o sangue canino pelo sangue do paciente
A superior imediata examinou minusciosamente as amostras e então exclamou :
– Vejam só !!! Este sangue está normal … Acompanhe-me até a sala do chefe do laboratório , precisamos ter uma conversinha !!!

II

Se existe alguém que pode ser chamado de gozador na face da terra , este alguém é Custódio Ronald Rosemberg … Após morar duas décadas no Tibet estudando assuntos esotéricos com um velhinho alemão que pertencera a Ordo Templi Orientis (O.T.O.) , ele voltou a Pindorama para assumir uma herança descomunal e passar o resto da vida passando trotes e – como se diz em sua cidade natal , no nordeste – mangar dos seus semelhantes …
Custódio , que era o maior doador para as obras de modernização daquele hospital , fazia seus exames de rotina e achou graça quando ouviu o diretor daquela instituição contar para o presidente , que o chefe do laboratório aplicara um mês de suspensão em uma funcionária que dissera que o sangue de um paciente não era sangue de ser humano …
– E de quem era o sangue ? Perguntou o presidente …
– Pois justamente – respondeu o diretor – era o sangue dele , do Doutor Custódio .
O nosso protagonista então , percebendo a oportunidade de aplicar um chiste , respirou fundo e disse :
– Tranquem a porta … vou confessar um segredo terrível !!!
Após ter certeza que o quarto estava trancado Custódio prosseguiu ;
– Esta funcionária está certa … eu não sou humano … eu na verdade , sou uma entidade de um outro plano espiritual , um espírito etéreo órfico-primordial… vejam só .
Lembrando-se do mito de Proteu e usando um truque barato de hipnotismo que aprendera no oriente , o nosso amigo induziu o presidente e o diretor a acreditarem que ele se transformara em um tamanduá , um polvo , uma zebra , uma gazela , um beija-flor , um tatu-bola , um bicho preguiça , um tigre , uma tartaruga e uma minhoca até retornar à forma humana …
– Viram ??? Não lhes disse !!! Agora façam o favor de nunca contarem para ninguém o que vocês acabaram de ver e promovam esta funcionária a algum cargo bem alto , senão não doarei mais um mísero centavo para este hospital …

III

O diretor e o presidente jamais entenderam como Márcia “descobrira” que Custódio não era um ser humano de verdade , mas nunca tocaram neste assunto com ela e nem interferiram quando nossa protagonista , em seu primeiro ato de diretora extraordinária , obrigara as antigas colegas a tocarem quinze minutos diários de maracas antes das tarefas cotidianas ( endosmoses , ustulações , hidrólises , solvatacões , etc . ) .

Tagged

BONS MOMENTOS DE UM CASAL

Tagged

ECLETISMO MUSICAL

Fim de semana repleto de referências musicais , no sábado no SESC Pompéia , show da “De Puro Guapos” banda formada por um argentino e sete cidadões de Pindorama que executa tangos não muito conhecidos dos anos 30 e 40 … foi emocionante ver casais de emboabas a flanar nos passos da famosa dança portenha … depois , simplesmente o cubano Fernando Ferrer ( sobrinho do Ibrahim , aquele que aparece no filme Buena Vista Social Club ) a cantar boleros , rumbas e salsas acompanhado de músicos brasileiros ( exceto o genial pianista também nascido naquela ilha ) . Resultado : um show genial onde a presença de palco do cubano levou uma pequena multidão ao êxtase . Hoje : música italiana cantada aos berros na cantina Capuano a mais antiga em funcionamento na Paulicéia ( desde 1907 ) a trilha sonora de um gostoso almoço familiar regado a fusili com calabresa e ravioli de ricota …
Depois de “Tristezas de Corrientes” , “Vereda Tropical” e “Torna Soriento” ainda ouvi o programa da cantora Fortuna na rádio Cultura , “Uma verdadeira ONU musical”, como diz minha namorada Maria Olívia : músicas flamencas , búlgaras , judaicas , de ciganos húngaros e até uma canção de Edith Piaf … Que delícia !!!

Tagged