Skip to content

{ Monthly Archives } January 2008

“Quanto mais o tempo passa
Mais atemporal fico.
Gosto das coisas fora do tempo.
Ofereço meu tempo à arte!”

Rubens Gerchman

Ontem, ao ligar a tv fiquei intrigado ao ver o Paulo César Pereio (no programa que ele tem na tv a cabo) entrevistando o Gerchman , afinal entrevista com artista plástico é muito raro … tem entrevista com jogador de futebol, modelo, empresário, político, cantor, mas artista plástico não tem …fiquei assistindo e gostei do que vi/ouvi… Gosto muito dos quadros de futebol que ele fez …
Hoje, ao ler os jornais descubro que mais um grande artista plástico se foi … que pena …

Tagged

A MÚSICA DAS ESFERAS

Tagged

TROPICAIS TOPOGRAFIAS POTIGUARES

Tagged

UM LAMÚRIO FLAMENCO EM MEIO A UMIDADE TROPICAL

Tagged

Citação do dia :

“São Paulo! comoção de minha vida…
Galicismo a berrar nos desertos da América!”

( Mário de Andrade )

Tagged

PLUVIOSE PRAIANA ( Aquarela )

Tagged

AS SELVAS & O ASFALTO : A DIALÉTICA TERRÍVEL DO SUBDESENVOLVIMENTO !!!

Tagged

Resolvi fazer uma pausa no “Moby Dick” (já passei da metade do livro) e estou lendo uma coletânea de entrevistas do cineasta Rogério Sganzerla editada pela Azougue e organizada pela Renata Canuto … a seguir um pequeno fragmento de uma conversa deste cinesta com outro grande gênio, Júlio Bressane, publicada em 27/08/95 na Folha de São Paulo, vejam que mesmo passados uma dúzia de anos, os pensamentos se mantém atuais:

Bressane – “(…)Há explicações de todos os sentidos, até econômicas, desta nova ordem, mas o que eu observo é que o que está se criando, e o que se criou, é o anticriador, a anti-arte, nessa ordem capitalista de usura em que estamos. Capitalismo sem capital. É a criação de uma mentalidade de peão. Os ídolos, os estímulos nacionais, são para a formação, para a cristalização do peão, do serviçal de estância, o peão da indústria financeira…”

Sganzerla – “É a bajulação eletrônica. A manicure da indústria de cosméticos. Acho que a novela é uma das grandes culpadas disso, Júlio, porque o consumo é tão desordenado – é novela das seis,sete, nove, dez. Isso não pode dar certo, sobretudo porque o país é lento, tem uma formação mental extremamente afásica e colonial. Então, é esse desapreço pela verdade. É essa instrumentalização toda da picaretagem que está gerando esta coisa monstruosa. Novela é um câncer.”

Tagged

NOS JARDINS DO ÉDEN

Tagged

O SORRISO DELA

Tagged