Skip to content

{ Monthly Archives } May 2008

POR UNA CABEZA

Tagged

SOBRE AS CINZAS EM BARILOCHE

Estou recebendo diversos e-mails perguntando sobre o problema das cinzas em Bariloche. Através deste SITE descobri que:

1) o Aeroporto ficou fechado por 20 dias e só reabriu hoje (a presença das terríveis cenizas impede os jatos de decolarem)
2) A paisagem ainda está bem prejudicada …

Como as agências de turismo CONTINUAM A VENDER PACOTES sem avisar as pessoas sobre o que está ocorrendo, vou publicar duas fotos e dar algumas dicas.

Dicas:

Procure não pagar nada antecipadamente, apenas reserve, caso haja problemas mude o roteiro.
Se você já pagou a passagem então a dica é ir de ônibus até Villa la Angustura (1 hora de Bariloche de ônibus) ou San Martin de Los Andes (3 horas de ônibus) e ficar por lá (se estiver sem cenizas, é claro)… Dá também para mudar a passagem aérea para San Martin de Los Andes (Aeroporto de Chapelco).
Ou então pegue uma balsa em Buenos Aires para Colônia de Sacramento no Uruguai , uma espécie de Paraty do outro lado do Rio da Prata e fique uns dias lá …
Ou então vá para Mendoza e Uspallata …


Vista do Lago Nahuel Huapi (reparem que mal dá para enxergar as montanhas do outro lado)


Esta coisa branca em cima do carro NÃO é neve…

Tagged

CAPRICHO MONOCROMÁTICO

Tagged

O CÉU LÂNGUIDO E AS MONTANHAS MISTERIOSAS

Tagged

Acabei de ler “Dublin ao Sul” de Isidoro Blaisten ( editora A Girafa ), leiam um pedaço:

“’Àries: signo de energia criadora, de açôes rápidas, de decisões repentinas, vôo anímico que o leva a alturas insuspeitadas, e já estou ouvindo a música do final, quando o boxeador aturdido se levanta de repente, quando dá ali ao lado do ringue com o rosto da mocinha, que veio correndo e está olhando para ele, e se levanta e se acomete e acaba com o pobre diabo contra as cordas, e está meio morto mas continua batendo do mesmo jeito, e e lhe dá de todo modo até que o árbitro tem que pará-lo, porque senão o mata, e ao final lhe levanta a mão. Que música, essa, gordo! Pobres deles! A mão levantada, o rosto banhado de sangue e os olhos da mocinha que choram em primeiro plano. Pobres deles, ! Que merda sabem. Olhe, cada vez que estou bem altruísticamente motivado, com vôo anímico, autenticamente natural, sinto essa música dentro de mim, a cada momento. E a do ferroviário que, no final, faz explodir a bomba ente as balas dos nazistas que o estão ferrando a tiros? E a do velhinho lutando sozinho com o mar? E a do tenor paralítico que, quando a ópera está quase acabando, rapidamente se levanta, e caminha, e passa a cantar, e o teatro vem abaixo com aplausos? O que sabem esses? Eu sinto vozes quando ouço essas músicas …”

( Isidoro Blaisten – tradução : Mauro Gama )

Tagged

Umas das coisas que gosto de fazer em viagens é desenhar a paisagem.


Calle Rivadavia X Calle Parana – Buenos Aires


Plaza de Mayo – Buenos Aires


Uspallata


Villa La Angustura


Villa La Angustura

Tagged


Em Buenos Aires ficamos na praça do Congresso …


… fomos almoçar em Cañitas, depois fomos assistir um jogo de Pólo


… los amarillos en Potrerillos …


..vista da vinícola Catena Zapata – Lujan de Cuyo


… onde os vinhos dormem


… em Uspallata fomos ver a cordilheira


… em frente ao Aconcágua, um senhor ranzinza


… caminhando sobre a neve


… como disse aqui o filme “Sete Anos no Tibet” foi filmado em Uspallata, com as sobras do cenário montaram este simpático bar


… esta era a vista do quarto do hotel em Uspallata


… fomos fazer um piquenique em frente a esta paisagem


… vista do lago Nahuel Huapi em Bariloche (antes das cenizas, tirei fotos depois do desastre, mas acho que não vale a pena postar)


… vista de Villa La Angustura


… este é o Rio Ruca Malen


… patos a nadar


… vejam as cores da flora local


… mais patos


… Olívia comendo uma espécie de pastel mapuche


… este é o Lago Escondido


… e este é o Lago Falkner


… sinalização vertical de advertência (não sei de quê)


… rua em San Martin de Los Andes


… este é o Lago Lacar


… vejam a cor da água


… Bahía Mansa – Villa La Angustura


… Rio Correntoso (o menor do mundo) ligando o Lago Nahuel Huapi com o Lago Correntoso


Enfim, foi uma viagem na qual vimos belas flores


… e outras mais belas ainda


… reparem na cor do céu


… tudo isto com excelentes bifes de chorizo acompanhados de vinhos Malbec


… ou então trutas a provençal acompanhados de vinho Torrontés
(marcamos bobeira e não fotografamos outros pratos como Cordeiro Patagônico e Locro Criollo)


.. e para fechar com chave de ouro, vários cães nos acompanharam, este foi em Villa La Angustura

Tagged

“Não vivi:
sonhei a vida.

Talvez aqui
continue a sonhar.

Não façam bulha.
Não quero acordar.”

( Mário da Silva Brito )

Ao chegar em Pindorama, tive a triste notícia do falecimento de um dos nossos melhores poetas : Mário da Silva Brito. Como ele era amigo do meu pai, eu acabei conhecendo-o, e quando íamos ao Rio, sempre nós íamos visitá-lo, em seu pequeno apartamento em Copacabana … tenho até hoje um exemplar de “Suíte em Dor Maior” (Editora Civilização Brasileira) com uma bela dedicatória …Mas não façamos bulha, pois ele precisa sonhar …

Tagged

Depois de uma viagem de ônibus de dezoito horas, (já que o aeroporto de Bariloche permanecia fechado) cheguei em Buenos Aires, e percebi o estragos que as cinzas do vulcao Chaitén estao causando em Pindoplata … O mar de cinzas chega até Neuquén (cerca de 6 horas de carro após Bariloche) … Estas cinzas tóxicas irao contaminar os pastos e a carne por tabela … aposto que logo mais estarao vendendo carne argentina baratinho em Pindorama … sem contar com a safra vinicola de 2009 que poderá ser comprometida …
Como nao gostei da maneira que os jogos do Sao Paulo sao narrados por aqui, embarco amanha para o Brasil para assistir o embate entre o tricolor paulista e o tricolor fluminhoca …

Tagged

UNDER THE VULCANO

Estou literalmente, a sombra do vulcao, só que no romance de Malcom Lowry (ou no filme homônimo de John Huston) o vulcao em Guernavaca está inativo, enquanto que aqui o vulcao Chaitén está a expelir suas temíveis cinzas (cenizas em espanhol). Depois de cinco dias deliciosos em Villa La Angustura, livres das temíveis cenizas estamos em Bariloche, e parece que estamos vivendo dentro de um cinzeiro. Da praia junto ao lago Nahuel Huapi nao se avista o outro lado. Os vôos estao suspensos e teremos que encarar uma cansativa viagem de ônibus. Preparem-se meus amigos pois segundo informaçoes, as terríveis cenizas deverao chegar até Juazeiro, ou mesmo em Teresina (*).

(*) A minha fiel escudeira acha que esta previsão é puro sensacionalismo platino… Vamos ver ….

Tagged