Skip to content

{ Monthly Archives } March 2011

Acabei de ler “As Armas Secretas” de Júlio Cortázar. Fiquem com um fragmento:

– O problema é que eles se acham uns sábios- diz de repente. – Eles se acham muito sábios porque juntaram um montão de livros, e comeram todos. Isso me faz dar risada, porque na verdade são boa gente e vivem convencidos de que o que estudam e o que fazem são coisas difíceis e profundas. No circo é a mesma coisa, (…), e com a gente é a mesma coisa. As pessoas acham que algumas coisas são o máximo da dificuldade,e por isso aplaudem o trapezista, ou me aplaudem. Eu não sei o que imaginam, que eu estou ma arrebentando para tocar bem, ou que o trapezista rompe os tendões cada vez que dá um salto. Na verdade as coisas verdadeiramente difíceis são outras tão diferentes, tudo que a gente acha que pode fazer a qualquer momento. Olhar, por exemplo, ou compreender um cão ou um gato. Essas são as dificuldades, as grandes dificuldades.

( Júlio Cortázar – Tadução: Eric Nepomuceno )

Tagged ,

ceni

SEM PALAVRAS… SOMENTE A HOMENAGEM!!!

Tagged

wildhorses

WILD HORSES

Tagged

solbrilhante

NOTURNAS MELODIAS ESPACIAIS

Tagged

discurso

TURQUESA E MAIS TURQUESA

Tagged

amboise

SONHANDO COM AMBOISE

Tagged

guariroba

MELODIAS EM CONTRAPONTO EM UMA CANÇÃO DO ERASMO

Tagged

lutando

COMO SER TER IDO FOSSE NECESSÁRIO PARA VOLTAR

Tagged

gororoba

CAINDO NA PÂNDEGA

Tagged

amorosa

A BANDEIRA DESFOLHADA PELO POETA

Tagged