Skip to content

{ Monthly Archives } January 2012

Hoje Herivelton Martins faria 100 anos, mas como país emergente não tem memória, então quase ninguém comenta… que pena

Tagged

CONCRETISMOS TARDIOS

Tagged

SUBTROPICAIS VENTOS NOTURNOS

Tagged

LOST IN THE PARADISE

Tagged

ALEGRIAS INSTANTÂNEAS

Tagged

CONVERSAS AMBÍGUAS

Naquela noite de sábado calourento Juvenildo Vunegídeo resolveu tomar chope e comer rosbife com salada de batata… para tal, entrou naquele tradicional restaurante alemão que funciona há mais de uma década na capital paulistana… sentou-se em uma das poucas mesas vazias, situada entre um jovem casal e uma família velha…

O nosso protagonista achou curioso que o casal falasse espanhol enquanto a família falava alguma língua que lembrava o alemão…

Pediu um chope e meia porção de canapés sortidos, então enquanto aguardava o garçon trazer o seu pedido, ele abriu o livro que trouxera, no caso um exemplar raro: “Obras-Primas do Conto Alemão” Livraria Editora Martins -1959, uma coletânea de contos teotônicos organizada por Sérgio Millet com textos de Hoffmann, Ztefan Zweig, Heinrich Heine, etc…

Porém não conseguiu prosseguir na leitura, o casal ao lado discutia, e mesmo que a discussão fosse em lingua hispânica, ela desconcentrava o nosso amigo, que incomodado lançada terríveis olhares de censura para a mesa ao lado… ele conseguiu distinguir pelo sotaque, que o jovem era portenho e a jovem paulistana, embora com um espanhol fluente…

Tinham se conhecido na argentina… agora ele veio visitá-la na paulicéia, porém ele esperava algo mais agitado:

– Quiero bailar en lugares de lujo y modernidad!!! No me quedaré em un viejo restaurante alemán…

Mal terminara de pronunciar esta frase o jovem se levantou e saiu apressado… a jovem, no caso uma beldade, ficou impassível, depois olhou para o vizinho de mesa e disse:

– Desculpe-nos por favor, reparei que você estava tentando ler…

– Não tem problema… sei que não é da minha conta, mas por quê que você trouxe o gringo para um lugar como este?

– Como assim??? na minha opinião aqui é um dos melhores lugares de Sâo Paulo, um lugar com história, fundado por um dos tripulantes do navio Windhuk que atracou no Brasil em meio a segunda guerra… todos os tripulantes foram presos, depois quando a guerra acabou eles foram soltos e um deles resolveu abrir um restaurante com o nome do navio…

– Eu conheço essa história, eu sempre venho aqui …

– Então, voltando ao assunto… eu trouxe este argentino aqui porque aqui é um dos meus lugares favoritos… mas ele não está interessado em lugares como este… se não gostou, que se dane… não ia dar certo mesmo, por sinal, posso sentar na sua mesa?

– Claro… você já pediu?

– Não, mas acho que vou comer rosbife com salada de batata…

– Era justamente o que eu ia pedir…

Depois de vários chopps acompanhados de um delicioso rosbife com salada de batatas, molho tártaro, mostarda escura e molho inglês… eles conversavam sobre o destino da cidade…

– Eu não entendo, todos os dias vemos um monte de apartamentos caríssimos sendo vendidos… não existe dinheiro para tudo isto!!! Não existe tanta gente para estes prédios de luxo… existe alguma coisa errada… – disse ela.

O nosso protagonista olhou-a calmamente, depois se aproximou-se dela e disse baixinho:

– Na verdade, estes apartamentos são comprados por alienígenas, existe uma coisa que ninguém conhece: uma especulação imobiliária interplanetária… (ele na verdade não acreditava muito em nada daquilo, porém repetia aquela teoria pois achava que iria aparentar ser uma pessoa diferenciada e que ela iria achar bacana).

– Não diga… Você consegue reconhecer estes extraterrenses na rua?

– Claro,,, existem vários sinais… mas o principal é o sotaque… como demora muito tempo para falar um português fluente, os alienígenas sempre fingem que são estrangeiros…

– Mas não tem um sintoma mais aparente?

– Tem sim! – disse ele – na verdade os alienígenas babam um líquido azul , mas somente quando são confrontadas com fortes emoções – disse ele copiando a idéia do argumento do filme “Hombre Mirando al Sudeste” de Eliseo Subiela, com plena confiança de que ela jamais teria assistido o filme .

Mudaram logo de assunto para conversas mais interessantes…

Após um ano Juvenildo Vunegídeo estava casado com ela, seu nome: Jamélia Dorotilda, uma mulher interessantísssima…. uma tarde ao voltar do trabalho ele encontrou sua mulher em êxtase: em suas mãos um exame de gravidez positivo… eles comemoraram a notícia indo ao mesmo restaurante alemão, e por uma incrível coincidência aquela familia de estrangeiros que se sentara ao lado deles na noite do primeiro encontro, aquela mesma família que falava alguma língua que lembrava o alemão, estava mais uma vez sentada na mesa ao lado… No jantar tudo ocorreu muito bem , como sempre, porém após retornar ao lar, no meio da noite, quando o nosso protagonista se levantou com pressa para ir ao banheiro, ele observou um filete de saliva azul a escorrer da boca dela e a cair sobre o travesseiro…

Não conseguiu dormir: duvidara se havia se casado com uma alienígena ou com uma gozadora… ponderou sobre as duas situações:

No primeiro caso o que mais o angustiava era a idéia de que o seu futuro filho ou filha, iria ter uma mãe de outro planeta, e que esta criança poderia ser discriminada na escola… pensou também que sempre achara que ela tinha alguma coisa de estranho, vai ver era isso…

No segundo caso, isto é de ela ter se lembrado daquela estória da baba azul e ter comprado uma pastilha de anilina para simular que era de outro planeta, o que mais o surpreendia era a descoberta de que sua esposa era bastante espirituosa, pensou também que sempre achara que ela era uma grande gozadora, vai ver era isso…

Porém quando na manhã seguinte ele avistou aquela família de estrangeiros que estava no restaurante alemão na noite anterior… ele viu que os membros daquela família eram moradores de um apartamento de luxo recém construído (destes que o condomínio é uma fortuna) .. então, somente então ele compreendeu a resposta para a dúvida que tanto o angustiara quanto o surpreendera na noite anterior…

Tagged

Já saiu a nova TUDA, edição de aniversário… leiam!!!

Tagged

Recentemente passamos um fim de semana em Buenos Aires… depois desta foto fomos almoçar no Tancat, um restaurante espanhol que fica na Calle Paraguay, de entrada boquerones (uma espécie de anchova marinada) acompanhada de jerez, depois vieiras e lulas à provençal acompanhada de um chablis argentino…

após ao almoço fomos à Galeria Pacífico…

e continuamos a caminhar até o clássico bairro de San Telmo, onde a noite assistimos uma memorável apresentação de Horácio Molina e Amelita Baltar em um lugar chamado Torquato Tasso…

no dia seguinte tomamos um café apreciando a pintura dos ônibus…

depois fomos à praça San Martin onde minha cara-metade posou para esta foto em frente ao Edifício Kavanagh, que foi o edifício mais alto na América Latina por muito tempo…

então vamos ao que interessa: comer carne no La Cabrera,,, ojos de bife acompanhados de um malbec hecho en Luján de Cuyo…

… e para fechar com chave de ouro: plátanos portenhos…

Tagged