Skip to content

Os absurdos da vida não precisam parecer verossímeis porque são verdadeiros. Ao contrário dos da arte que para parecerem verdadeiros, precisam ser verossímeis. E sendo verossímeis, deixam de ser absurdos.
Um acontecimento da vida pode ser absurdo, uma obra de arte, se é obra de arte, não.

(Luigi Pirandello Рtradṳ̣o R̫mulo Ant̫nio Giovelli e Francisco Degani)

“Porque a ficção somos nós que fazemos, por outro lado, a realidade é muito mais estranha porque é feita por outro, o Outro: Deus”

(Chesterton – tradução: John O´Kuinghttons)

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *