Skip to content

{ Author Archives }

TORONTO

2 doses de whisky canadense

1/4 de dose de Fernet Branca

1/4 de dose de xarope de açúcar (um pouco de açúcar diluído em água quente)

2 gotas de angustura

Coloque os ingredientes em uma coqueteleira com bastante gelo e mexa bem. Sirva em uma taça previamente gelada e coloque um twist de casca de laranja

Tagged

PROCURE CONHECER MELHOR SEU MINIMISTÉRIO INTERIOR

Tagged

ORANGE BURNT

3 doses de Brandy de Jerez

Suco de maia laranja Bahia

3 gotas de orange bitter

1 fatia de laranja

Bta os ingredientes em uma coqueteleira com bastante gelo e sirva em uma taça previamente gelada. Decore com a fatia de laranja.

Tagged

UM POUCO DE BELEZA EM MEIO A PANDEMÊNCIA

Tagged

POETAS PAULISTAS DA SEMANA DE ARTE MODERNA – Mário da Silva Brito – Editora Martins No ano que vem a Semana de Arte Moderna fará 100 anos… pensando nisso resolvi me informar melhor, pois além de “Macunaíma”, “Juca Mulato”, “Memórias Sentimentais de João Miramar”, “Serafim Ponte Grande”, “O Perfeito Cozinheiro das Almas Deste Mundo”, “Klaxon” e o manifesto Antropofágico e Pau Brasil, não havia lido nada sobre a literatura modernista… Neste livro, editado pela editora do meu avô (Livraria Martins Editora), podemos ler uma seleção feita pelo poeta Mário da Silva Brito, dos poetas paulistas da Semana de Arte Moderna (foram excluídos o carioca Ronald de Carvalho e o pernambucano Manuel Bandeira) com poesias de Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Guilherme de Almeida, Menotti Del Picchia, Ribeiro Couto, Sérgio Milliet, Luís Aranha, Tácito de Almeida e Plínio Salgado. Toda a coletânea é polêmica… após a leitura do livro, procurei ler outros poemas desta turma e verifiquei que na minha opinião, outras poesias deveriam ser incluídas nesta coletânea: como por exemplo “Cocktail” de Luís Aranha, “O Poema-Instante” de Guilherme de Almeida, “O Vôo” de Menotti Del Picchia, “O Poeta e a Guerra” de Sérgio Milliet, etc., porém toda seleção é pessoal, cada pessoa faria a sua própria escolha… Novesfora estas pequenas divergências, este livro apresenta poemas como “A Meditação Sobre o Rio Tietê” (para mim, o melhor poema de Mário de Andrade), “Noturno” (Oswald de Andrade), “Mormaço” (Guilherme de Almeida), “Unidade” (Sérgio Millet), “Poema Pitágoras” (Luís Aranha) e um poema (na época da edição inédito) de Tácito de Almeida (irmão de Guilherme de Almeida e pai do arquiteto Eduardo de Almeida (que foi meu professor na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP) denominado “O Túnel”. Confiram… se não acharem este livro nos sebos, leiam ao menos os Manifestos de Oswald de Andrade e os poetas modernistas… 2022 está chegando…

Tagged

OUVINDO UMA APRESENTAÇÃO DO PAULO PADILHA
Tagged

EM MEIO A PANDEMIA SºO NOS RESTA FICAR EM CASA OUVINDO JOHNNY ALF
Tagged

Hoje meus pais fazem 61 anos de casados. Parabéns para eles!!!

Tagged ,

A LEITURA DE VIRGINIA WOOLF MOSTRANDO QUE O QUE VALIA NAQUELA UM SÉCULO ATRÁS, VALE HOJE EM PINDORAMA.

Hoje é aniversário da minha fiel escudeira: parabéns para ela!
Tagged